2006-08-07

Visita ao Canil Municipal de Sintra

Nenhum documentário, reportagem ou filmagem nos prepara para o que podemos encontrar num canil Municipal. Podemos esperar que animais que foram abandonados, agredidos, treinados para combater, mal tratados, que passaram fome, sintam sofrimento, dor, fome, medo, tristeza entre tantos outros sentimentos dolorosos. Nunca esperamos a alegria de, ao serem visitados, sentir a esperança nos seus olhos e latidos. Observar inúmeros cães a correr para ti, como se disso depende-se alguma escolha de quem seria preferido para nos fazer companhia.

Persiste o medo de alguns que foram violentados e ainda receiam uma mão, tendo perdido a noção de quem lhes quer bem ou mal. Persistem alguns traumas e as eternas sequelas físicas. Mas, persiste também, o instinto de sobrevivência e a alegria de permanecer vivo. Eles não desistem e neste domingo aprendi com eles que não há adversidade que não possa ser ultrapassada por um espírito de luta forte e por acreditar que é possível melhorar, sempre!

No meio de 300 animais torna-se difícil escolher um para ajudar, dizer "quero levar este para cuidar e tornar-lhe o resto da vida saudável e alegre, ele merece". Difícil não, impossível! Pois todos eles tentam chamar a tua atenção para si. Todos eles querem ser o teu companheiro. Todos eles tiveram um passado difícil e conturbado. Todos eles merecem a mão amiga que os alimenta e trata no canil. Todos eles merecem um futuro mais promissor.

O ser humano é cruel e maltrata aquele que mais fidelidade lhe tem, que vive e morre por e com ele, por muito mal que lhe seja feito. Em nenhum dos cerca de 300 cães, vi ódio. Bem pelo contrário senti sempre uma vontade de estar junto, de conhecer e proteger que nem mesmo o mais "castigados" pelos antigos donos, conseguiam disfarçar.

Em Sintra já têm um gatil onde habitam alguns gatos.

Benditos voluntários do canil que lhes devolvem a esperança perdida, que os alimentam e acarinham. Benditos veterinários que tratam deles, que os medicam e operam. Malditos os donos que os colocaram nestas condições!

4 comentários:

Muna disse...

Quem abandona ou maltrata um animal deveria sofrer o mesmo destino. O "tão giro" ou o "tão fofinho" do inicio depressa se transformam em chatice, incómodo e lá temos mais cães e gatos abandonados pelas ruas das nossas cidades, fazendo-nos "olhinhos" daqueles que nos tocam o coração. Há pessoas que não deveriam ter direito a ter animais, mas todos os animais merecem ter uma pessoa especial na vida!

Anónimo disse...

Ir visitar o Canil de Sintra, onde ainda falta muita coisa a ser reparado nas instalações mas ver todos os olhos a pedir carinho, e sobretudo ver o amor e carinho que o Sr. Fernando trata todos aqueles cães, só posso dizer, obrigado Sr. fernando por ser como é, um ser humano extraordinário...

Ludovina Oliveira disse...

Ir visitar o Canil de Sintra, onde ainda falta muita coisa a ser reparado nas instalações mas ver todos os olhos a pedir carinho, e sobretudo ver o amor e carinho que o Sr. Fernando trata todos aqueles cães, só posso dizer, obrigado Sr. fernando por ser como é, um ser humano extraordinário...

Ludovina Oliveira

Anónimo disse...

Nos EUA os canis têm geralmente o aspecto de um hotel para cães, são limpos e muito "friendly".
Há sempre muita gente disponível para adoptar. As pessoas contribuem bastante com donativos e trabalho voluntário.
Ana G.